Aldeias do Vale do Javari não terão campanha presencial

A propaganda Eleitoral será transmitida pelas rádios dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI)

Aldeias do Vale do Javari não terão campanha presencial
Seção de votação em aldeia Marubo

A Terra Indígena do Vale do Javari fica localizada no extremo oeste do Estado do Amazonas, na fronteira com o Peru. Ali vivem aproximadamente 5.500 indígenas das etnias Marubo, Matís, Mayuruna, Kanamari e Kulina.

Seis aldeias desta região possuem locais de votação, instaladas pelo TRE-AM, através do Cartório Eleitoral de Atalaia do Norte, nos pleitos, sempre em conjunto com a FUNAI, os Servidores dos DSEI, além dos próprios indígenas, que atuam como mesários nas eleições, além do apoio das Forças Armadas na logística de pessoas e equipamentos.

Tal esforço tem feito com que a câmara municipal do município hoje conte com um bom número de parlamentares indígenas, fruto do desejo dessas comunidades de se tornarem não meros partícipes, mas protagonistas da vida política do município.

Com a pandemia, as comunidades estão em isolamento, o que, em conjunto com o trabalho abnegado dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas, em conjunto com as lideranças indígenas, fez com que, nessas aldeias, a COVID-19 não chegasse.

Com a finalidade de manter essa situação de segurança sanitária, a Juíza Eleitoral de Atalaia do Norte definiu que as campanhas eleitorais não poderão ser feitas de forma presencial nessas aldeias com seções instaladas, mas via rádio.

Contudo, o município de Atalaia do Norte, a 1.136 Km da capital, não tem rádio. Para resolver esse impasse, a Juíza Eleitoral, Andrea Jane Silva de Medeiros, manteve contato com os Distritos Sanitários Especiais Indígenas, que possuem rádios que usualmente levam entretenimento e educação em saúde para as aldeias, e com os três candidatos a prefeito do município, que terão suas propostas transmitidas por essas rádios comunitárias. As apresentações dos candidatos terão, durante o período de propaganda, duas apresentações de no máximo 5 minutos via rádio do DSEI para as aldeias com direito a tradutor para língua nativa dos índios.

Com esta inovação, o Juízo Eleitoral de Atalaia do Norte-AM garantiu que, mesmo em tempos de pandemia, a prática da democracia pudesse chegar a esses cidadãos.

Últimas notícias postadas

Recentes